Carlos Tevez segue mostrando insatisfação no Boca Juniors

Foto: gazetaesportiva.com
Foto: gazetaesportiva.com

Apesar de estar de volta à terra natal, e de já ter conquistado dois títulos pelo clube de coração em seu retorno, Carlos Tevez ainda se questiona sobre a decisão tomada em meados de 2015. Quando tinha propostas vantajosas da Europa, o argentino decidiu regressar a Buenos Aires para vestir novamente a camisa do Boca Juniors.

No entanto, antes mesmo da mudança no comando técnico, Tevez já vinha reclamando das condições de trabalho no clube e do atraso de salários. Agora com Guillermo Schelotto – que jogou com o atacante em 2003 – no comando, a reivindicação é outra: a posição do setor de ataque.

“Não sou mais o Tevez de 2003. A experiência te faz jogar de outra forma. Atualmente prefiro jogar como um segundo atacante. O 9 tem a função de fazer o embate com os zagueiros e já estou crescido para isso”, disse. “Às vezes, quando as coisas não vão bem, me pergunto por que m… voltei, mas logo penso que voltei pela minha família e porque amo o Boca”,