Mudanças nas regras do Brasileirão 2016

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A International Football Association Board (IFAB), órgão da Fifa responsável pela formatação do regulamento do futebol, alterou 14 regras do futebol para serem seguidas a partir do dia 1º de junho, porém, a entidade máxima do futebol Brasileiro, CBF, resolveu antecipar as mudanças para que valham já a partir do início do Campeonato Brasileiro.

Uma destas regras é poder iniciar o jogo chutando a bola para trás. Outra alteração interessante é sobre a polêmica “paradinha” nas cobrança dos pênaltis. Feita de forma ilegal, haverá a anulação da cobrança. “Na paradinha, que é finta ilegal, no momento do pênalti, além do cartão amarelo no momento que ele faz a finta, será “cancelado” o pênalti e dado tiro livre indireto para a outra equipe”, explica o ex-árbitro Alício Pena Júnior, em entrevista à RBS.

Também há mudanças em caso de interferências de pessoas extracampo. Supondo que a Equipe A esteja prestes a marcar um gol e um atleta substituto ou um membro da comissão técnica da Equipe B interfira na jogada, será marcado um pênalti a favor da equipe A.

A partir de junho, os árbitros poderão mostrar o cartão vermelho aos jogadores caso alguma irregularidade seja encontrada antes do início das partidas. Sendo assim, os árbitros herdarão a liberdade de poder expulsar antes do início da partida, atletas no banco de reservas e também após o término do jogo. Nesse caso, o jogador que for excluído antes de começar o jogo, poderá ser substituído, mas o suplente que veio do banco, nessa situação, terá que jogar os 90 minutos.

As mudanças passam a valer desde já para que as Séries A, B, C e D do Brasileirão sejam disputadas sob as mesmas regras.