Professores em greve pelo quinto dia consecutivo

Deyvid Xavier

Para o Jornal Ponto de Encontro

Foto: Professores cobram o prefeito Sebastião Almeida (PT) direitos sobre plano de carreira. Foto: Deyvid Xavier / Jornal Ponto de Encontro.
Professores cobram o prefeito Sebastião Almeida (PT) direitos sobre plano de carreira. Foto: Deyvid Xavier / Jornal Ponto de Encontro.

Os professores de Guarulhos iniciaram mais um dia de greve nesta sexta-feira, 29, em frente ao Paço Municipal, por volta das 10 horas da manhã. A greve iniciou na segunda-feira, 25, e já cumpre o quinto dia seguido de paralisação.

Se ontem, quinta-feira, 28, os professores da rede municipal fecharam a avenida Monteiro Lobato, e até cancelaram um evento que seria realizado no Teatro Adamastor, com a presença de pessoas da política, hoje, a classe fechou a avenida Mariana Ubaldina do Espírito Santo, mais conhecida como avenida Bom Clima, onde se localiza a Prefeitura. À tarde, os professores invadiram o local.

A classe ocupou a entrada do Paço Municipal na manhã desta sexta-feira, 29. Foto: Deyvid Xavier / Jornal Ponto de Encontro.
A classe ocupou a entrada do Paço Municipal na manhã desta sexta-feira, 29. Foto: Deyvid Xavier / Jornal Ponto de Encontro.

O prefeito Sebastião Almeida ainda não se pronunciou sobre a greve dos professores, que reivindicam os acordos não cumpridos pelo prefeito sobre os direitos do plano de carreira. Até que Almeida aceite uma conversa com os líderes sindicais, os professores vão continuar com a greve.