Guarulhos começa a mostrar reação no mercado de trabalho

Foto: exame.abril.com.br
Foto: exame.abril.com.br

Um estudo feito no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, pela Agende (Agência de Desenvolvimento), mostra que o índice de demissões caiu, de forma mínima, apenas 1%, mas que pode representar o início da recuperação.

Em 2015, as demissões superaram em 8.138 as admissões, enquanto em 2016, este número caiu para 8.067, mesmo com a indústria e o comércio da cidade continuarem fechando postos de trabalho.

Segundo a Agende, setor comercial foi o que mais demitiu. Isto se deve à queda no volume de vendas do varejo, que teve uma redução de 2.596 postos de trabalho.

Jornal Folha Metropolitana.