Parques da cidade de Guarulhos estão monitorados e seguem abertos

Da Redação

Foto:  Fábio Nunes Teixeira
Foto: Fábio Nunes Teixeira

A Secretaria de Meio Ambiente  de Guarulhos (Sema) confirmou nesta quarta-feira (25) que todos os parques da cidade seguem abertos e funcionando normalmente. O anúncio foi feito devido ao fechamento de parques em São Paulo, entre eles o Horto Florestal, no Tremembé, onde um bugio, gênero de macaco comum na região, morreu recentemente vítima da febre amarela silvestre.

A médica veterinária da Sema, Cláudia Igayara, explicou a decisão. “Seguimos as recomendações da Vigilância Epidemiológica do Estado que está monitorando a situação. Até o momento não houve nenhuma recomendação específica aos nossos parques. Informaremos imediatamente caso haja alguma alteração”, finalizou.

A cidade de Guarulhos possui 16 parques públicos. São eles: Bosque Maia, JB Maciel, Júlio Fracalanza, Jardim City Las Vegas, Horto Florestal, Chico Mendes, Transguarulhense, Adriana

Lago dos Patos, Novo Ipanema, ETA Cumbica, Campo da Paz, Saúde, Paulo Carvalho Júnior, Balneário Água Azul e Vilanova Artigas.

Zoológico Municipal

Como medida preventiva, a Secretaria de Meio Ambiente está instalando telas antimosquitos em todos os recintos dos primatas do Zoológico Municipal, no Jardim Rosa de França, que também segue em funcionamento normal.

Atualmente o zoo possui 18 primatas em exposição em seis diferentes recintos (um sagüi de tudo branco, dois sagüis de tufo preto, um sagüi híbrido, três macacos prego, oito saguis da serra escuro, dois sauás, um sauim de coleira, um sagüi de tufo branco e dois sagüis de tufo preto) além de outros 41 abrigados no setor extra (nove sagüis de tufo branco, dez sagüis de tufo preto, oito bugios, cinco macacos prego, sete sagüis da serra escuro e dois sagüis híbridos)

A Sema informa ainda que os macacos não transmitem a febre amarela aos seres humanos e por isso não oferecem riscos à população. Ao contrário, a presença destes animais é fundamental para o monitoramento da doença.